Conteúdo do Treinamento

Conteúdo dos blocos da 1ª turma de formação*

Matrix-Hakomi (2013-16)

Mukara Meredith e Jacy Hull

Conteúdos:

Bloco 1: introdução

Hakomi:

– Histórico, proposta e espírito do trabalho.

– Princípios do Hakomi: mindfulness (atenção plena); não violência; organicidade; unidade; integração corpo-mente-espírito.

– Frases nutridoras em mindfulness (atenção plena).

– Rastreamento.

– Os recursos e sua ancoragem na experiência, no corpo.

– As etapas do processo: 1 – contato.

– Espelhamento, conexão límbica.

– Ferramentas clínicas, experimentos.

– O mapa desenvolvimental.

– O espectro da experiência.

– As crenças básicas.

– Os direitos básicos.

Matrix:

– Grupos como sistemas vivos.

– 3 condições para sua sustentação saudável, amorosa e efetiva: o cumprimento de tarefas, levando em consideração os relacionamentos, numa atmosfera de bem estar.

– O uso de subgrupos para trabalhar a conexão: o invisível tornando-se visível.

– Time dos sonhos: dentro/fora; conflito interno; faíscas; momentos mágicos.

– 3 espirais dos grupos: conexão, caos, consciência.

– 3 tipos de liderança: centralizada; circular; em rede.

– Alinhamento entre intenção e impacto.

– “Relacionamento é tudo que existe.”

– Impasse na comunicação: intenção e impacto.

– Acordos grupais.

Bloco 2: conteúdo acumulativo, revisão, aprofundamento, experiência

– A experiência que falta em sua profundidade (através do Hakomi) e amplitude (através do

       Matrix).

Hakomi:

– As etapas do processo: 1 – contato; 2 – acesso.

– Experimentos básicos: frases nutridoras; assumir a resistência; “ficar com…”; lentificar os movimentos; explorar posturas corporais, sentimentos e crenças associados; tolerância à proximidade; clarear relações com outros ou com outras partes de si mesmo; trabalho com objetos; imaginar a necessidade suprimida e a nutrição possível; criar experimentos espontâneos.

– Mapa dos 5 amigos: segurança e suporte / liberdade / autenticidade e valores / reconhecimento.

– Necessidades básicas no desenvolvimento humano: se sentir bem vindo no mundo; se sentir seguro, protegido e nutrido; ser reconhecido em suas necessidades individuais; poder ser potente como também vulnerável e pedir ajuda; ser livre para seguir seu coração e instintos; sentir-se reconhecido e digno; poder descansar e se restaurar; buscar o equilíbrio entre a expressão e contenção das emoções.

– Trabalho com o trauma: rastreando a ativação traumática.

– Quatro amigos da cura do trauma: atenção plena; respiração; movimento; relação.

– Recursos.

Matrix:

– A geometria do grupo se estabelece através de subgrupos.

– A co-facilitação.

– O inconsciente do grupo: o poder do campo da presença coletiva.

– Amor e poder: padrões familiares.

– Processo de grupo em “aquários”.

– Gradientes de diferenciação dos membros em linha e círculos.

– Caos e consciência.

– Processo grupal.

Bloco 3:

Hakomi:

– As etapas do processo: 2 – acesso e 3 – processamento.

– Quatro passos de acesso: concordar em estudar algo em Atenção Plena; levar a atenção para dentro; dar suporte, mantendo em Atenção Plena, propondo pequenos experimentos e afirmações de contato; pedir para compartilhar.

– Experimentos: probes e take over.

– Os estados do terapeuta.

– Os estados do paciente: traumático, criança interior, em corredeiras.

– As barreiras de nutrição.

– Aprofundar o rastreamento.

– Afirmações potencialmente nutridoras e afirmações de contato.

– Regulação somática.

– O terapeuta quieto: WAIT (Why Am I Talking?).

Matrix:

– O que traz segurança num grupo.

– Papéis, rituais e presença amorosa.

– Processo grupal.

– Conflito e caos como um portão para conexão mais profunda e maior criatividade.

– O arquétipo do bode expiatório: vítima; perpetrador/algoz; salvador.

– A confiança necessária para compartilhar a sombra.

Bloco 4:

Hakomi:

– O ciclo da sensitividade/sensibilidade: clareza; ação efetiva; satisfação e relaxamento.

– As barreiras: de insight; de resposta; de nutrição e de completude.

– Frases potencialmente nutridoras explorando com as barreiras.

– As etapas do processo: 1 – contato; 2 – acesso e 3 – processamento.

– Aprofundando o rastreamento.

Matrix:

– Outros arquétipos negativos, além do bode expiatório: o que reclama; o cético; o controlador; o cuidador excessivo.

– As sombras e os tabus do grupo.

– Sombra e brilho, processo 3ª pessoa-2ª-1ª-0.

– Aprofundamento do processo grupal.

Bloco 5:

– Hakomi:

Introdução à teoria do caráter.

– Estratégias de caráter: etiologia, corpo, barreiras de nutrição.

Experimentos, probes, forças e trunfos.

1- Inundado / Retirado (Overwhelmed / Withdrawn)

2-Abandonado / Colapsado (Abandoned / Collapsed).

– Trabalhar a estratégia de caráter pela integração, dentro dos 5 princípios.

– Estágios do processo: 1 – Contato; 2 – Acesso; 3 – Processamento;

            4 – Transformação e integração; 5 -Completude:    

Habilidades do Hakomi: ajudar a entrar em mindfulness e aprofundar a experiência.

– Aperfeiçoamento das frases de contato.

– Contra-transferência: cuidados no contato.

Matrix:

– Parceiros evolucionários.

– Despertar a consciência de sua sombra e seus desafios; crescer com isso.

Bloco 6:

Hakomi:

– Revisão das estratégias iniciais: etiologia, características, corpo, tipo de família de origem, crenças, pontos fortes, barreiras de nutrição, atitude terapêutica, tratamento.

– Estratégias de caráter:

3- Alienado/Auto-suficiente (Alienated / Self-reliant)

4-Ferido / Invulnerável (Hurt / Invulnerable)

5- Traído / Manipulador (Betrayed / Manipulative)

6- Sobrecarregado / Aguentador (Burdened / Enduring)

– Experimentos: diferentes técnicas de take over.

– JOOTS: jump out of the system (pulando fora do sistema quando a sessão emperra)

Matrix:

– Protocolo de oito passos para facilitação de grupos.

– Perspectivas para perceber o grupo como sistema vivo.

– Esboço de articulação entre as estratégias de caráter e as espirais dos grupos.

– Explorar a estratégia Inundado/ Retirado em sub-grupos (aquário).

– Polaridades no grupo, intenção e impacto.

Bloco 7:

Hakomi:

– Revisão das estratégias iniciais: etiologia, características, corpo, tipo de família de origem, crenças, pontos fortes, barreiras de nutrição, atitude terapêutica, tratamento.

– Estratégias de caráter:

7- Ignorado / Laborioso (Ignored / Industrious)

8- Rejeitado / Dramático (Rejected / Dramatic)

Matrix:

– O poder da sua chama interior: criatividade; compaixão; coragem; cuidado.

– Aquário com homens.

– A sabedoria dos sistemas do corpo no grupo: muscular; ósseo; fluidos; cérebro; sistema endócrino; órgãos; células; respiração.

– Aprendizados sobre liderança, processo de grupo e sobre si através dos sistemas corporais.

Bloco 8:

Hakomi:

– Aprofundamento e extensão da etapa inicial do processo: as afirmações de contato.

– Da etapa do acesso: os indicadores.

– JOOTS (pulando fora do sistema): dinâmicas transferenciais e contra-transferenciais.

– Etapas do processo: aprofundando o processamento.

– Trabalho com a criança interior: aprofundando o contato-acesso-processamento.

Diferentes usos das probes (afirmações potencialmente nutridoras e meio de acessar barreiras) nas etapas de contato, de acesso,  processamento e integração.

A nova biografia.

– Dever de casa.

– Aprofundamento da etapa de integração: o tempo necessário.

Matrix:

– Contato límbico para acessar necessidades, desejos e intenções.

– Quadrante de nossos piores momentos: superioridade/profundamente envergonhado; sem limites/ emparedado. Desdém, agressão, culpabilização, tristeza, desespero, desamparo, solidão.

– Círculo de reparação.

Bloco 9:

Hakomi:

– Aspectos fundamentais do trabalho com trauma.

– A consciência da criança.

– Rastreando a criança interior: ferida, adaptada, exilada, essencial.

– Leitura corporal da criança.

– As experiências faltantes.

– O estranho mágico.

– Precauções no trabalho com a criança interior.

– Temas e padrões de desenvolvimento: ceder; empurrar; alcançar; pegar para si; puxar.

– Sustentar e desenvolver presença amorosa.

Matrix:

– World Café: dinâmica de discussão de temas buscando conexões satisfatórias, sentidos compartilhados, novos modos de se relacionar e futuros possíveis. Grupo, caminho de inovação social.

– Teoria U.

Bloco 10:

– Supervisão em atendimentos em sub-grupos: aprofundamento de cada etapa do processo.

Hakomi:

– Os cinco amigos: segurança; suporte; autonomia; convicção (verdade interior); valor.

Matrix:

– Os cinco amigos na experiência do grupo.

– Dimensões: intra-pessoal; inter-pessoal; de grupo e de campo; cultural; ecológica; transpessoal.

– Ferramentas no caminho do sentimento de competição para uma uma intenção compartilhada.

– Na espiral da conexão e do caos, a consciência: aceitação; admiração; atração.